'Chefs na Rua' serve comidas em homenagem a Gonzagão

Luiz Gonzaga voltou do Sudeste para casa "gordo que parecia um major". Para fazer jus à barriga do rei do baião nas comemorações do centenário de seu nascimento, além de forró tem de ter comida também. Por isso, os chefs Rodrigo Oliveira, do Mocotó; Rafael Sessenta, do Sotero; Carol Brandão, do Las Chicas; Carlos Ribeiro, do Na Cozinha, entre outros cozinheiros, levam as panelas para o Vale do Anhangabaú no sábado (25) e domingo (26) em mais uma edição do Chefs na Rua, desta vez acompanhando uma série de shows em homenagem ao rei do baião.

O Estado de S.Paulo

16 Agosto 2012 | 03h11

Caldo de mocotó, baião de dois, escondidinho, acarajé, guisado de bode, galinhada, bolo de rolo e um bocado de comidas tipicamente nordestinas estarão à venda na rua(R$ 5 a R$ 15). No sábado, os chefs servem os pratos das 12h às 22h; e no domingo, das 11h às 21h.

Para evitar a confusão que se formou na Virada Cultural, os organizadores mudaram a estratégia de venda das comidas: cada barraca terá a própria fila, como ocorre em grandes rega-bofes, como a Festa da Achiropita, no Bixiga. Informações no site luizgonzagacentenario.com.br.

Gusto 24h

R. Dr. Renato Paes de Barros, 123, Itaim Bibi, 2387-8893 e 2387-8894. 12h/24h

Dono do moderno Chakras, o casal Fabiana e Miguel Reis inaugura segunda-feira o Gusto 24h, no Itaim Bibi, um misto de restaurante, bar, café e rotisseria. Até setembro, o Gusto 24h não funcionará as 24 horas - abrirá para almoço, happy hour e jantar.

Na parede branca ao fundo, o rosto da diva Sophia Loren desenhado com massa crua sobre lona e uma frase em alto-relevo do poeta romano Trilussa não deixam dúvidas: a casa tem forte acento italiano, confirmado no amplo cardápio elaborado pelo chef italiano Franco del Sordo e executado pelo chef português Gonçalo Costa.

Entre as opções estão entradas como a porção de suppli, bolinhos de risoto de tomate com mussarela de búfala, e massas frescas feitas na casa, como o espaguete negro com frutos do mar. Além de carnes, peixes, risotos, calzones e pizzas - de massa fina feita com farinha Le 5 Stagioni. Quando trabalhar com o horário estendido, a casa terá também café da manhã e delivery. E já é possível comprar massas, pães e doces feitos pelo pâtissier Jefferson Costa.

Os 20 kg de grãos saídos do talhão 12 da fazenda Daterra deram um bom café. Fruto dos 200 cafeeiros da espécie Mundo Novo Amarelo, o nanolote BV 12 vendido pelo Ateliê do Café (250g, R$ 42,50) tem acidez cítrica que toma toda a boca, corpo marcante e retrogosto prolongado de caramelo. As particularidades dos grãos dependeram também da "tranquilidade da planta", explicou Carlos Gomes, responsável pela produção. "Não teve stress de chuva e calor excessivos. As plantas tiveram maturação plena." Vendas pelo telefone (19) 3869-1252.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.