Chuvas deixam um morto e dois desaparecidos no Rio

Deslizamento de terra bloqueou Estrada Grajaú-Jacarepaguá; pedra caiu no Caminho dos Pescadores, no Leme

Talita Figueiredo, O Estado de S.Paulo

15 Dezembro 2008 | 20h42

Uma pessoa morreu, duas estão desaparecidas e uma ficou ferida quando trabalhavam na proteção de uma encosta que deslizou ontem à tarde em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, por causa do terreno encharcado. A chuva forte que atinge o Estado desde domingo provocou ainda deslizamentos na capital, acidentes de carro sem feridos e a queda de uma marquise.   No bairro de Miguel Couto, em Nova Iguaçu, os irmão Bruno Silva, 23 anos e Leonardo Silva, 20 anos, estão desaparecidos. Um outro homem identificado como Edevair morreu e Damião Laves Correa, 51, ficou ferido e foi levado para o Hospital da Posse. Segundo a prefeitura, eles trabalhavam na obra de uma propriedade particular e ainda não há informações se a obra tinha licença.   Na Estrada Grajaú-Jacarepaguá, na capital, um deslizamento de terra deixou o tráfego em meia pista em direção ao centro. Na Rua do Livramento, no centro, parte de uma fachada desabou, sem deixar feridos. No Leme, na zona sul, uma pedra deslizou na parte da manhã, interditando o local conhecido como Caminho dos Pescadores, que fica na beira-mar.     Segundo o Instituto de Meteorologia, as chuvas devem continuar atingindo o Estado até quinta-feira. A Defesa Civil Estadual permanece em alerta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.