Divulgação
Divulgação

Cinco coisas para fazer no bairro de Pinheiros

Referência cultural e intelectual da capital, a feira da Praça Benedito Calixto acontece todos os sábados e vale pela badalação

O Estado de S. Paulo

11 Dezembro 2014 | 10h20

1. Museu da Pessoa – é um museu virtual de histórias de vida, fundado em 1991 e aberto à participação de quem quiser compartilhar sua história. Embora a maior parte do seu acervo esteja acessível pela internet, na visita ao espaço físico, podemos conhecer a biblioteca, os projetos e a área onde estão todas as gravações feitas até hoje. É preciso agendar a visita.

Segunda a sexta, das 9h às 18h (fechado nos fins de semana)

Rua Natingui, 1100 – Pinheiros – (11) 2144-7150

Site: http://www.museudapessoa.net/

2. Instituto Tomie Ohtake – inaugurado em 2001, o instituto promove exposições de arte, arquitetura e design em uma área de aproximadamente 7.500 metros quadrados. Ruy Ohtake é o autor do projeto arquitetônico que se tornou um dos mais importantes centros culturais da capital paulista. Até 11 de janeiro, o prédio abriga a concorrida exposição Salvador Dalí.

Terça a domingo e feriados, das 11h às 20h

Rua Dos Coropés, 88 – próxima à estação Faria Lima - Pinheiros – (11) 2245 1900 

Site: http://www.institutotomieohtake.org.br/

3. Praça Benedito Calixto – a praça, que fica entre as ruas Cardeal Arcoverde e Teodoro Sampaio, é uma referência cultural e intelectual da capital. Lá acontece todos os sábados, desde 1987, a tradicional “Feira da Praça”, onde é possível encontrar antiguidades, artesanato variado e obras de arte. O Museu da Voz, um acervo de mais de 3.500 gravações de vozes, também divide espaço na feira. O passeio vale ainda pela boa música, badalação e opções gastronômicas do entorno. 

Todos os sábados, das 9h às 19h

Praça Benedito Calixto, s/n

4. Praça do Pôr do Sol – essa praça, que fica no Alto de Pinheiros, é um passeio imperdível da capital. A vista é uma das mais belas da cidade e reúne quase 2 mil pessoas no fim de semana. Há sempre muitas famílias e jovens no fim de tarde passeando por ali e esperando o sol se pôr em meio aos edifícios. À noite, vira um grande balada, objeto de reclamação dos moradores. Existe um projeto para transformar a área em parque municipal.   

Fim de semana, no fim da tarde 

Rua Desembargador Ferreira França, s/n - Alto de Pinheiros

5. Parque Villa-Lobos – o parque tem uma área grande, mais de 700 mil metros quadrados, que abriga os mais variados tipos de esporte. Tem pista de corrida, quadras de tênis, campo de futebol, playground, ciclovia para quem ainda não se arrisca nas ciclofaixas, pistas de corrida etc. Opções não faltam. Lá também é possível alugar patins e bicicletas, fazer piqueniques, comemorar aniversários, passear com os cachorros e divertir as crianças. No fim de semana, o parque recebe cerca de 25 mil pessoas, então o ideal é chegar cedo. 

Segunda a domingo, das 5h às 19h

Avenida Professor Fonseca Rodrigues, 2001 - Alto De Pinheiros

Mais conteúdo sobre:
bairrossp Pinheiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.