Crédito imobiliário com recurso da poupança soma R$7bi até junho

O financiamento imobiliário por meio do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) cresceu 67,4 por cento no primeiro semestre contra o mesmo período em 2006, chegando a 6,94 bilhões de reais, informou nesta segunda-feira a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip). Essa quantia serviu para financiar quase 81 mil unidades nos primeiros seis meses de 2007, ante 51 mil no mesmo intervalo do ano passado, de acordo com a Abecip. "Os resultados são muito favoráveis. Eles permitem prever que, em 2007, o número total de famílias atendidas pelos agentes financeiros do SBPE, que operam com recursos das cadernetas de poupança, poderá superar 150 mil", segundo a associação. Em meio à recuperação da construção civil, o volume de financiamentos imobiliários contratados pelos agentes que integram o SBPE apenas em junho atingiu 1,4 bilhão de reais --alta de 56 por cento em relação ao mesmo mês de 2006. Foi o segundo melhor resultado mensal de 2007, atrás apenas de maio. Conforme a Abecip, também foi expressivo, em junho, o ritmo da captação de recursos em contas de poupança. Os depósitos superaram os saques em 1,8 bilhão de reais no mês passado, elevando a quase 6 bilhões de reais o total líquido captado nos primeiros seis meses do ano. "Tanto o desempenho das contratações como da captação de recursos decorrem, entre outros fatores, da estabilidade econômica. Esta propicia o aumento da segurança das pessoas, que podem planejar a longo prazo, favorecendo, assim, decisões como o da tomada de um financiamento imobiliário", segundo a entidade. (Por Maurício Savarese)

REUTERS, REUTERS

16 Julho 2007 | 14h52

Mais conteúdo sobre:
MANCHETES CONSTRUCAO CREDITO SOBE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.