1. Usuário
Geral
Assine o Estadão
assine


Crianças entram dentro do Caveirão após ocupação

MARCELO GOMES - Agência Estado

30 Março 2014 | 12h 09

Após a solenidade de hasteamento das bandeiras do Brasil e do Estado do Rio na Vila do Pinheiro, cerca de 30 crianças seguiram até a base montada pelo Batalhão de Choque da PM no local e pediram para conhecer o veículo blindado conhecido como Caveirão por dentro. A viatura sempre foi encarada pelos moradores como maior símbolo da repressão policial nas comunidades.

O trabalho da polícia agora será conquistar a confiança e simpatia dos moradores. "A reação das crianças nos surpreendeu. Fomos recebidos com sorrisos e palmas", disse o comandante do Batalhão de Choque, tenente-coronel André Vidal.

Um dos primeiros a entrar no Caveirão foi o estudante Renato Santos, de 13 anos. "Vimos muito ele (Caveirão) por aqui. Costumava entrar na comunidade em alta velocidade e muitas vezes dando tiro. A gente se assustava e corria. Mas hoje é diferente. Deu até vontade de entrar".

Os policiais do Batalhão de Choque montaram uma espécie de trincheira com sacos de areia e uma cobertura camuflada nas proximidades da base da Vila do Pinheiro. O objetivo é controlar a movimentação de pessoas e veículos no local e evitar ataques de traficantes à base. Outras duas trincheiras semelhantes serão instaladas pelo Batalhão de Choque no Morro do Timbau e na localidade conhecida como Ilha do Macaco.