Cuidado com o perfume, ou ele domina a cozinha

O cupuaçu (Theobroma grandiflorum Schum) é nativo das terras firmes amazônicas. Há muitas variedades, mas uma coisa que todos têm em comum é a polpa, de agradável perfume.

O Estado de S.Paulo

02 Agosto 2012 | 03h10

Lógico, agradável desde que em dose pequena. Porque, pense no seu perfume preferido e imagine tomar um banho dele. Quem aguenta?

O cupuaçu é marcante e se entranha por tudo. Deixe um maduro na sua cozinha e no outro dia até a embalagem do chá dentro do armário estará impregnada. Então, melhor colocá-lo para dormir fora de casa.

No caso das sementes, o processamento leva a muitas modificações, para melhor. As amêndoas continuam sendo ricas em proteínas e gorduras e ganham a coloração típica, marrom-avermelhada, que reconhecemos como cor de chocolate.

Uma diferença que pode ser boa para crianças ou para pessoas que tenham intolerância, é em relação ao teor das metilxantinas teobromina, cafeína e teofilina, que são substâncias estimulantes presentes no cacau. No cupuaçu, elas são praticamente inexistentes. Quem quiser mais agito é só pedir um cafezinho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.