1. Usuário
Geral
Assine o Estadão
assine

Demanda sobe e taxa de aproveitamento em voos é a maior para julho em 10 anos, diz Anac

REUTERS

01 Setembro 2014 | 12h 47

A demanda por transporte aéreo no Brasil avançou 0,6 por cento em julho contra igual mês de 2013, enquanto a oferta recuou 2,9 por cento, levando a taxa de aproveitamento das aeronaves a um resultado recorde para o mês em 10 anos, informou a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) nesta segunda-feira.

A taxa de aproveitamento das aeronaves em voos domésticos operados por companhias brasileiras chegou a 81,6 por cento em julho, refletindo a combinação entre aumento de demanda e redução da oferta.

Já entre janeiro a julho, o aproveitamento ficou em 79,5 por cento, ante 75,1 por cento no mesmo período de 2013, diante de avanço de 5,6 por cento na demanda e de queda de 0,3 por cento na oferta.

O número de passageiros pagos transportados subiu 2,2 por cento em julho na comparação anual, a 8,3 milhões, também melhor resultado para o mês em 10 anos.

No mercado doméstico, Azul e Avianca se destacaram entre as principais empresas aéreas com as maiores taxas de crescimento na demanda em julho, com avanços de 26,1 por cento e 23,8 por cento, respectivamente. A demanda da Gol subiu 8,1 por cento e a da TAM recuou 7,6 por cento.

No mercado internacional, a demanda avançou 3,3 por cento e a oferta caiu 3,1 por cento em julho contra igual mês de 2013. A taxa de aproveitamento das aeronaves subiu para 85,1 por cento, ante 79,8 por cento no mesmo mês de 2013.

"Este foi o décimo mês consecutivo de aumento no indicador, que atingiu o seu maior nível para o mês de julho nos últimos dez anos", disse a Anac.

Enquanto a demanda internacional da Gol avançou 12,42 por cento, a da TAM subiu 1,70 por cento.

(Por Priscila Jordão)