1. Usuário
Geral
Assine o Estadão
assine

Dez feridos em massacre da escola em Realengo continuam internados

Priscila Trindade - Central de Notícias

11 Abril 2011 | 11h 49

Situação da maioria é considerada estável, segundo Secretaria da Saúde; dois alunos tiveram alta semana passada

SÃO PAULO - A Secretaria de Estado de Saúde e Defesa Civil (Sesdec) informou que 10 adolescentes vítimas do ataque à Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na zona oeste do Rio, permanecem internados. Entre os feridos estão oito meninos e duas meninas.

 

Entre os estudantes que continuam internados está um jovem de 14 anos que sofreu uma lesão vascular grave no ombro direito. Ele foi operado na quinta-feira, no Hospital Estadual Alberto Torres e seu estado de saúde é considerado estável. Não há previsão de alta.

 

No Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, estão dois adolescentes de 13 anos. Ambos permanecem internados no CTI pediátrico. Três das vítimas estão no Hospital Estadual Albert Schweitzer, sendo que uma das vítimas, de 14 anos, baleado no abdômen e mão, ainda respira com a ajuda de aparelhos.

 

Dois estudantes de 13 anos estão estáveis no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia. Outra vítima, de 13 anos, continua internada no Hospital Universitário Pedro Ernesto. Um jovem de 14 anos, baleado na cabeça, mão e clavícula, está no Hospital da Polícia Militar. O paciente foi operado na quinta-feira e passa bem.

 

Um aluno com 14 anos, que teve uma lesão na perna, recebeu alta hospitalar no dia 7 de abril, e outro de 13 anos, baleado no abdômen, teve alta no dia 8. Os dois estavam no Hospital Estadual Albert Schweitzer.