1. Usuário
Geral
Assine o Estadão
assine


Dilma garante a Blatter que tudo ficará pronto para Mundial

Reuters

10 Abril 2014 | 17h 03

A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta quinta-feira ao presidente da Fifa, Joseph Blatter, que tudo estará pronto para a Copa do Mundo de 2014, apesar dos atrasos em obras de estádios e aeroportos a dois meses do Mundial.

"Faltam 63 dias: conversa positiva ao telefone com Dilma, que me garantiu que estará tudo pronto para torcedores e times na Copa 2014", disse Blatter no Twitter, após falar com Dilma.

Na conversa, o dirigente convidou Dilma a participar do Congresso da Fifa em São Paulo em 10 de junho, dois dias antes do jogo de abertura da Copa do Mundo entre Brasil e Croácia na capital paulista, de acordo com a Presidência.

Segundo o Planalto, o dirigente disse a Dilma ter "certeza de que a Copa do Mundo será o Mundial mais exitoso de todos os tempos".

Apesar da confiança demonstrada por Blatter e Dilma, a preparação para a Copa do Mundo no Brasil tem sido marcada por problemas, em especial atrasos nas obras de estádios e infraestrutura e protestos contra a realização do torneio.

Inicialmente considerada uma oportunidade para alavancar o desenvolvimento do país, o Mundial se tornou uma dor de cabeça para o governo e os organizadores.

Somente dois dos 12 estádios da Copa ficaram prontos dentro do prazo, e a Arena Corinthians, palco da abertura, está com parte das obras paralisada pela Justiça do Trabalho após acidente com a morte de um operário. O primeiro teste no estádio está previsto para 17 de maio, menos de um mês antes do início do Mundial.

No caso dos aeroportos, a maioria das cidades-sede não terá as obras inicialmente previstas concluídas a tempo para a Copa.

(Por Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro)