Do aeroporto para o mercado

Aconteceu no Laboratório Paladar: a chef marajoara Jerônima Barbosa bateu papo sobre cogumelos e turu com o irlandês Kevin Thornton, participante do evento do Hyatt. Já o francês Nicolas Le Bec saiu direto do vôo para o mercadão, ignorando o jet lag

Cíntia Cristina da Silva, O Estado de S.Paulo

26 Junho 2008 | 03h06

Mal desceu do avião, sem jet-lag algum, Nicolas Le Bec foi direto ao Mercado Municipal de São Paulo. Entre jabuticabas, que adora, atemóias, peixes desconhecidos e rabo de boi, o chef francês fez compras para o almoço que faria no dia seguinte - parte da programação do São Paulo Food and Wine, duas semanas atrás, no restaurante Eau, do hotel Grand Hyatt.   Cultor da cozinha de mercado e globe-trotter que gosta de improvisar na cozinha, Le Bec não teve problema com os ingredientes nacionais. Nem em se localizar entre as bancas do mercado, que já visitara em outras viagens ao País. Provou açaí, gostou. Comprou talos de brócoli - que apareceriam num apetitoso tutano de legume e vinagrete de limão - que poucos comensais conseguiram identificar. Carregado de sacolas, cansado e faminto, uma pausa para um pastel de bacalhau e um inescápavel sanduíche de mortadela.   No outro dia, entrando na cozinha, à pergunta: ''O que vamos comer?'' o chef respondeu: ''Mortadela!'' Parecia gozação, mas lá estava ela, entre os aspargos verdes, o creme de trufas negras com parmesão e as trufas brancas de verão.

Mais conteúdo sobre:
KEVIN THORNTON, LAOBRATORIO PALADAR

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.