1. Usuário
Geral
Assine o Estadão
assine

Em Cuba, Lula visita estudantes de medicina brasileiros

CARLA ARAÚJO - Agência Estado

26 Fevereiro 2014 | 16h 30

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva reuniu-se, na noite de terça-feira, 25, em Havana, com um grupo de jovens brasileiros que foram para Cuba estudar medicina gratuitamente. De acordo com informações do Instituto Lula, parte desses estudantes convidou o ex-presidente a retornar à ilha em julho, para que ele possa participar da formatura.

A previsão neste ano é de que cerca de 350 jovens brasileiros se formem em medicina no país caribenho. Durante o encontro com Lula, os estudantes abordaram a necessidade de mudanças no processo de validação do diploma de brasileiros que estudam medicina no exterior. Além disso, Lula e os brasileiros falaram sobre o programa Mais Médicos. Os estudantes disseram querer retornar ao Brasil para participar do programa.

Lula afirmou que estudará a possibilidade de participar da formatura em julho e elogiou os brasileiros. "Parabéns, vocês são motivo de orgulho para nós. Eu espero que quando retornarem ao Brasil, voltem com muita vontade de trabalhar", afirmou, durante o encontro. "Nem sempre vai ser fácil, mas quando vocês vieram para cá, vieram com esse objetivo, de serem médicos, de sobreviver da medicina, mas sem transformar a medicina em mercantilismo", discursou Lula.

Antes da participação do evento com estudantes, Lula se encontrou com o presidente cubano Raúl Castro. Eles compartilharam experiências sobre energia e agricultura. Eles conversaram a respeito da ampliação do uso de biomassa na matriz energética cubana, aproveitando a vocação do país para a produção de cana-de-açúcar.

Lula também visitou, ao lado de Castro, o porto de Mariel, construído com financiamento de US$ 682 milhões via Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES). Em janeiro, a presidente Dilma Rousseff esteve em Cuba para inaugurar a primeira etapa do porto e para anunciar um financiamento de US$ 290 milhões para a implantação de uma Zona de Desenvolvimento Especial do Porto de Mariel.

Acompanhante.

O senador e ex-governador Blairo Maggi (PR-MT), que é um dos maiores produtores de soja do país, está na comitiva do ex-presidente em Cuba. Segundo o Instituto Lula, ele foi compartilhar com os cubanos a experiência brasileira de produção de soja para melhorar a produtividade do cultivo na ilha. Estava prevista para esta quarta-feira, 26, uma visita de Lula e Maggi a uma plantação de soja no interior de Cuba. De acordo com a assessoria de Lula, o ex-presidente deve retornar ao Brasil nesta quinta-feira, 27, e ainda não há agenda prevista.

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo