Equipamento usa tecnologia que faz paraplégico andar

Exoesqueleto eletrônico chama ReWalk e será vendido a partir de 2010 por US$20 mil

26 Agosto 2008 | 21h07

Um exoesqueleto eletrônico desenvolvido por uma pequena empresa israelense de alta tecnologia é capaz de fazer pessoas paralisadas da cintura para baixo andarem novamente.   Veja também: Assista ao vídeo   A invenção, batizada de ReWalk (algo como ReAndar, em português), foi criada por Amit Goffer, o fundador da Argo Medical Technologies, e permite que o usuário volte a se levantar, andar e subir escadas - sem o auxílio de ninguém.   "O mais importante é a recuperação da dignidade, da auto-estima da pessoa. Muitos não se dão conta de que não é muito agradável ser um adulto da altura de uma criança e viver com a cabeça perto dos traseiros de outras pessoas em elevadores e locais movimentados", afirmou Goffer.   O próprio inventor ficou paralisado da cintura para baixo num acidente em 1997, mas não pode usar a própria invenção porque não tem controle total dos braços.   O produto deve ser vendido ao público a partir de 2010, mas não vai ser barato. De acordo com os fabricantes, ele deve sair pelo mesmo preço das cadeiras de roda mais sofisticadas no mercado, ou seja, por volta de US$ 20 mil.   O sistema inclui os apoios para as pernas, uma mochila com a caixa de controle e baterias recarregáveis. O usuário também precisa usar muletas para ajudar no equilíbrio.   O ReWalk está sendo testado clinicamente em Tel Aviv e em breve vai ser testado também nos Estados Unidos.

Mais conteúdo sobre:
tecnologia paraplégico equipamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.