Estado e Infoglobo lançam portal de classificados ZAP

O Grupo Estado e a Infoglobo anunciaram uma estratégia unificada de classificados na internet, que entra no ar no dia 7 de janeiro: o ZAP, com várias novidades para o mercado brasileiro. Desde 2000, o Grupo Estado (jornais Estado de S. Paulo e Jornal da Tarde, Agência Estado, Portal Estadão, rádios Eldorado AM e FM, e OESP Mídia) e a Infoglobo (jornais O Globo, Extra, Expresso, Diário de S. Paulo, Portal Globo.com e Agência Globo) mantém uma parceria no portal Planeta Imóvel, o maior site do mercado imobiliário do País. O ZAP irá além deste escopo, incorporando o Planeta Imóvel e os classificados online dos jornais O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, O Globo e Extra. O Diário de S. Paulo entrará no projeto no futuro. No ZAP, os anúncios foram divididos em quatro seções: Imóveis, Veículos, Empregos e Mix (que reúne oportunidades de negócios variadas). O portal está em fase de testes, mas já pode ser acessado na internet "O ZAP é o que existe de mais moderno em site de classificados porque reúne várias possibilidades de negócios em um único portal", diz Roberto Nascimento, diretor-executivo do ZAP. "É uma plataforma ágil e simples de ser navegada." Flexibilidade O ZAP permitirá aos anunciantes, pessoas físicas e jurídicas, oferecer produtos e serviços nos classificados na internet, de olho no potencial do mercado brasileiro, estimado em R$ 200 milhões. O portal já entra no ar com mais de 200 mil anúncios e uma grande estrutura de negócios. Além de contar com a união das estruturas comerciais e a expertise em classificados das duas empresas, o ZAP terá mais de 400 vendedores e representantes, disponibilizando a versão online dos anúncios dos jornais. A tendência de os anúncios classificados migrarem para a internet vem crescendo rapidamente no mundo. O Google, por exemplo, está em fase de testes da venda de classificados dos dois maiores jornais americanos, o The New York Times e o Washington Post. Já o portal Yahoo! se associou a uma rede de 176 jornais, também nos EUA, para publicar os classificados de empregos online. O portal buscou inspiração em duas iniciativas de sucesso em seus países. ´Ao pesquisarmos o mercado sobre as alternativas de classificados online, descobrimos dois bons modelos de negócios que nos deram parâmetros, o site finlandês FINN e o americano Classified Ventures´, diz Nascimento. As áreas comerciais dos dois grupos já estão fazendo a pré-venda de anúncios no site com condições especiais para seus clientes. Na prática, a partir de agora, anúncios veiculados nos jornais participantes poderão incluir um ZAP-id (código) que, ao ser digitado no ZAP, trará mais informações sobre o veículo, imóvel, vaga de emprego, produto ou serviço que está sendo oferecido. Assim, o anúncio no ZAP poderá mostrar fotos, vídeos e outros dados mais detalhados sobre o veículo, imóvel, produto ou serviço, aumentando as possibilidades de gerar vendas na medida em que viabiliza um maior detalhamento da oferta. Oportunidades O modelo de negócios do ZAP inclui três fontes de geração de receita. A primeira são os anunciantes que desejam veicular publicidade online, como banners. Outra é a venda de espaço para as empresas que querem vender seus produtos, como imóveis e automóveis, no portal. A última é a venda desses mesmos espaços para as pessoas físicas que desejam oferecer de imóveis a carros ou serviços profissionais pelos classificados online.

Agencia Estado,

11 Dezembro 2006 | 08h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.