Estradas da BA têm 182 acidentes e 23 mortes no Natal

As Polícias Rodoviárias Federal e Estadual da Bahia registraram, entre sexta-feira e a zero hora de hoje, 182 acidentes nas estradas que cortam o Estado. As colisões causaram a morte de 23 pessoas e ferimentos em 144 viajantes. O número de mortes é quase seis vezes maior que o registrado no mesmo feriado do ano passado (quatro). A maior parte dos acidentes ocorreu nas vias federais: foram 146 (ante 80 no Natal de 2006), que resultaram em 20 mortes (houve três no ano passado) e 126 feridos (52 no mesmo feriado de 2006). No mais grave, um ônibus clandestino, que seguia de São Paulo para Campo Maior (PI), bateu de frente em uma carreta biarticulada, carregada com mais de 40 toneladas de fertilizante, na BR-020, município de São Desidério, 886 quilômetros a oeste de Salvador, causando a morte de 11 pessoas e ferimentos em 34. Para a inspetora da PRF Emmanuela Schwartz, as principais causas do grande aumento no número de acidentes e de vítimas são o crescimento do fluxo de veículos nas estradas durante o feriado - estima-se que tenha havido um acréscimo de 40% no volume de automóveis nas rodovias baianas, em comparação ao feriado de Natal do ano passado -, a imprudência dos motoristas e as condições precárias de algumas vias. "Notamos que os motoristas estão mais ''agressivos'' ao volante e esta é uma situação que nos preocupa, porque a alta estação (turística) está apenas começando", avalia. De acordo com a inspetora, a fiscalização será intensificada nas estradas federais durante todo o verão e haverá uma operação especial durante o réveillon.

TIAGO DÉCIMO, Agencia Estado

26 Dezembro 2007 | 13h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.