Europa analisa opções para enfrentar a mudança climática

A Comissão Européia destaca que os efeitos negativos da mudança climática superarão os positivos

Agencia Estado

02 Julho 2007 | 09h19

Falta de água no Mediterrâneo, enchentes ao longo do Reno e verões tão quentes que as centrais nucleares não conseguirão resfriar seus reatores. Isto é o que a Europa pode esperar, à medida que o clima se aquecer nas próximas décadas, diz relatório da União européia, divulgado nesta sexta-feira, 29, e que delineia medidas que os governos podem tomar para reduzir o impacto do efeito estufa. "Nossa meta é aumentar a conscientização, na Europa, para a necessidade urgente de adaptação á mudança climática e desencadear um amplo debate público sobre quais as prioridades para essa adaptação", disse o Comissão de meio Ambiente da UE, Stavros Dimas. O trabalho diz que a tomada de medidas antecipadas poderá evitar custos no futuro. Sem defesas contra a elevação do nível do mar, os danos serão quatro vezes maiores, estima o texto. "para os impactos onde temos grande confiança nas previsões, a adaptação deve, portanto, começar agora", diz o relatório. Verões mais quentes e secos significarão uma estação agrícola prolongada no norte da Europa, mas a Comissão Européia destaca que os efeitos negativos da mudança superarão, em muito, os positivos. A demanda por eletricidade aumentará no verão, por conta do consumo de ar-condicionado, algo que poderá ser problemático para a França, já que a água dos rios, aquecida pela temperatura ambiente, não será capaz de resfriar as usinas nucleares. Barragens hidrelétricas também poderão sofrer, com a escassez de água ou com o aumento do cascalho nos rios. O texto pede que indivíduos e empresas ajam poupando água, mudando os sistemas de rodízio de lavouras e plantando mais alimentos resistentes ao clima seco. Ao mesmo tempo, serão necessários investimentos na elevação de diques e quebra-mares, na realocação de portos, indústrias e cidades inteiras para longe da costa e das várzeas dos rios.

Mais conteúdo sobre:
aquecimento global europa efeito estufa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.