1. Usuário
Geral
Assine o Estadão
assine


Executivo assassinado em SP era diretor do Friboi

NATALIA GÓMEZ - Agencia Estado

05 Dezembro 2008 | 12h 52

O homem assassinado a tiros ontem à noite no bairro Vila Leopoldina, zona oeste da capital paulista, era diretor-executivo da divisão de alimentos do frigorífico Friboi. Humberto de Campos Magalhães tinha 43 anos e trabalhava na empresa havia 12 anos. Segundo contaram algumas testemunhas à polícia, dois homens em uma moto teriam abordado o executivo por volta das 21h30 na região onde ele morava. Moradores do local afirmaram à polícia que escutaram um estrondo e, ao saírem à rua, viram a vítima já baleada na altura do coração. Policiais militares acionados para preservar o local do crime para o trabalho da perícia disseram que Humberto foi levado para o Hospital Universitário, onde morreu. A carteira da vítima não foi encontrada, mas uma pasta que estava no banco traseiro do carro, suspeita de conter dinheiro, não foi levada. O caso foi registrado no 91º Distrito Policial, de Vila Leopoldina. O executivo assumiu a divisão de alimentos do Friboi no País em maio de 2007, quando Wesley Batista, membro da família controladora, foi transferido para o comando das operações nos Estados Unidos.