Fundador da Wikipédia quer disponibilizar tecnologia na Web

O software livre está a ponto de ganhar ainda mais liberdade. Jimmy Wales, o fundador da Wikipédia, anunciou nesta segunda-feira, 11, que sua empresa com fins lucrativos, a Wikia, está pronta para fornecer gratuitamente todo o software, serviços de computação, armazenagem e acesso a redes de que criadores de páginas na Web necessitam para criar sites comunitários colaborativos. A Wikia, contraparte comercial da Wikipédia, que não tem fins lucrativos, irá ainda além e transferirá aos seus clientes --operadores de blogs ou outros sites que atendam aos seus critérios quanto a sites populares-- 100 % de qualquer receita publicitária que venha a ser auferida pelos sites que eles venham a criar. Fundada dois anos atrás, a Wikia tem por objetivo aproveitar o sucesso da abordagem editorial aberta a todos os interessados criada pela enciclopédia online Wikipédia. Funcionamento Usando o mesmo software básico, conhecido como MediaWiki, a Wikia hospeda sites de publicação em grupo conhecidos como wikis (da sigla em inglês What I Know Is... ou ´o que eu sei é...´ na tradução literal), sobre tópicos que variam de Guerra nas Estrelas a psicologia, de viagens a iPods. "Trata-se de software de fonte aberta e de conteúdo aberto", disse Wales em entrevista por telefone. "Nós vamos fornecer hospedagem gratuita, e o operador do site pode ficar com o dinheiro gerado pela publicidade." Isso poderia perturbar os modelos de negócios de sites que oferecem serviços gratuitos aos clientes, mas que exigem uma comissão sobre a receita publicitária resultante. A Wikia fornecerá gratuitamente as ferramentas e transferirá toda a receita aos seus clientes. Sua única exigência é que os sites construídos com os recursos da empresa instalem links para a Wikia.com, que ganha dinheiro por meio de publicidade. A Wikia adotou o nome "OpenServing" para o seu serviço de hospedagem gratuita, acionado por uma versão simples de uso do software MediaWiki, desenvolvida no ArmchairGM.com, um site comunitário de fãs de esportes que a Wikia adquiriu recentemente e tem planos de expandir. Wales aposta que a queda acentuada no custo de computadores e redes poderá ajudar a Wikia a bancar a oferta de serviços gratuitos. "Está se tornando mais e mais prático e viável fazê-lo", disse.

Agencia Estado,

12 Dezembro 2006 | 14h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.