Gigantes da internet criam código para atuar na China

Microsoft, Google e Yahoo se unem para atuar frente aos pedidos de informações sobre seus usuários

Da Redação,

06 Agosto 2008 | 17h17

Microsoft, Google e Yahoo, os grandes rivais da internet, decidiram deixar suas diferenças para atuar de maneira coerente na China frente aos pedidos de informações sobre seus usuários realizados pelo governo de Pequim.   Segundo o Wall Street Journal, citado pelo jornal El País, as três companhias estão elaborando um código de conduta voluntário com o objetivo de ajudá-los na hora de atuar em países onde as liberdades fundamentais dos cidadãos não são respeitadas.   A iniciativa surgiu após o famoso caso no qual a colaboração do Yahoo com as autoridades chinesas serviu para que um blogueiro, cujo maior delito foi criticar a censura em seu país, fosse parar na prisão. O Yahoo teve que enfrentar um julgamento nos Estados Unidos e acabou indenizando a família do blogueiro, que continua preso.   As três companhias afirmam que vão cumprir com as leis dos países em que estão trabalhando, mas querem que este código lhes sirva de apoio para evitar pressões que lhes obriguem a divulgar informações pessoais de seus usuários.

Mais conteúdo sobre:
Microsoft Google Yahoo China

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.