Governador barra recursos abertos

Um projeto de lei que determinava a oferta na internet de todos recursos educacionais (Recursos Educacionais Abertos), como material didático, jogos educacionais e artigos científicos, também foi vetado pelo governador Geraldo Alckmin.

Paulo Saldaña, O Estado de S. Paulo

16 Fevereiro 2013 | 02h02

 

O projeto previa que o conhecimento comprado ou desenvolvido com recursos do Estado passasse a ser considerado um recurso aberto. Toda produção de escolas estaduais, técnicas, universidades públicas, por exemplo, teria de estar disponível na internet.

 

Alckmin argumentou inconstitucionalidade no projeto por, entre outros motivos, tratar-se de competência do governador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.