1. Usuário
Geral
Assine o Estadão
assine

Graça Foster fala em potencial maior que o previsto para reservatórios

Reuters

14 Abril 2014 | 14h 03

Os reservatórios de petróleo que serão explorados pela Petrobras nos próximos anos, incluindo áreas no pré-sal, têm potencial maior do que o previsto à época da contratação das embarcações e plataformas que atuarão nos projetos, disse nesta segunda-feira a presidente da estatal, Maria das Graças Foster, durante cerimônia de batismo de navio petroleiro em Pernambuco.

Ela ainda reafirmou a projeção da Petrobras de produzir 3,2 milhões de barris por dia de petróleo no Brasil em 2018, ante quase 2 milhões de barris diários atualmente.

"Nós vamos produzir no ano que vem mais petróleo do que fazemos hoje. E depois mais um pouco. Em 2018, serão 3,2 milhões de barris ao dia e isso já está contratado. Nossos reservatórios têm um potencial muito maior do que avaliamos na época da decisão de partir para aquele bloco, aquela locação", afirmou ela.

Segundo Graça Foster, como ela prefere ser chamada, as contratações da empresa junto à indústria naval offshore somarão 100 bilhões de dólares entre 2013 e 2020.

Do valor total, de 60 a 70 por cento deverão ser destinados à indústria naval nacional, afirmou a executiva, ressaltando o projeto do governo de estimular a contratação de navios e plataformas produzidos com conteúdo nacional.

"Estou na Petrobras há 34 anos. Conteúdo local sempre foi uma vontade, uma discussão, mas fazer para valer, foi a partir de 2003."

Ao final de sua fala à plateia de trabalhadores da indústria naval, Graça Foster disse que precisa da "energia de todos". A declaração foi dada no momento em que a empresa tem que responder quase que diariamente a denúncias publicadas na imprensa relacionadas a contratações e compras de ativos, como a refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos.

"Vocês são responsáveis por tudo o que conseguimos até agora, e tenho a certeza de que nós vamos continuar juntos por muitos anos, vocês que sabem fazer e nós que sabemos contratar, porque acreditamos na Petrobras, acreditamos na Petrobras, acreditamos na Petrobras mil vezes, e certamente amamos o nosso país... e neste momento eu preciso muito da energia de todos vocês."