1. Usuário
Geral
Assine o Estadão
assine

Greve na Argentina e 'remoção' de chefe de gabinete da Petrobrás são destaques do Estadão Noite

O Estado de S. Paulo

28 Agosto 2014 | 19h 58

Edição exclusiva para tablets está disponível para download a partir de 20h

Estadão Noite traz artigos de Ariel Palacios, João Bosco Rabello, Esther Solano Gallego, Celso Ming e Raphael Ramos

Em artigo para o Estadão Noite desta quinta-feira, 28, o colunista do Estadão João Bosco Rabello explica por que a remoção do chefe de gabinete da Petrobrás José Eduardo Barrocas, que apareceu em vídeo discutindo perguntas que seriam feitas na CPI, causa incômodo: 'a discrição sintomática' com que deixa o cargo e assume a assessoria direta da presidente da empresa, Graça Foster.

Ariel Palacios, correspondente do Estadão em Buenos Aires, explica de que maneira a paralisação de hoje na capital argentina fragiliza a já desgastada imagem da presidente Cristina Kirchner, recuperando o histórico de greves no país desde o governo do presidente Raúl Alfonsín (1983-89).

Esther Solano Gallego, doutora em Ciências Sociais pela Universidade Complutense de Madri e professora de Relações Internacionais da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), questiona a promessa de nova política na corrida eleitoral, chamando atenção para o 'sufoco' (e o perigo) de um bipartidarismo deteriorado.

Após a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, e o ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciarem o Projeto Orçamentário para 2015, o colunista de economia do Estadão Celso Ming fala sobre o 'faz de conta' dos dados apresentados para o PIB e a inflação.

Para completar a edição desta quinta, o jornalista esportivo Raphael Ramos pede mais rigor no controle de torcidas organizadas como um forma de preservar o futebol brasileiro.

O leitor pode baixar a edição, exclusiva para tablets, a partir das 20h. Assinantes não pagam. O Estadão Noite pode ser acessado em Ipads e aparelhos com sistema operacional Android por meio do aplicativo do Estadão.