Guarda civil é baleado em bar na zona oeste de SP

Bandidos descobriram a profissão de Paulo Vitor Oliveira ao roubarem a carteira dele

Ricardo Valota, Agência Estado

16 Dezembro 2008 | 07h27

O guarda civil Francisco de Paula Vitor Oliveira, de 45 anos, foi baleado nesta segunda, 15, por quatro desconhecidos no interior de um bar no Jardim D'Abril, zona oeste da capital paulista, na divisa com o município de Osasco. Ferido no rosto e nas costas, Oliveira foi encaminhado a uma Unidade Básica de Saúde (UBS) e transferido para um hospital de maior porte, onde passou por cirurgia e segue internado já fora de perigo. No início da noite, quatro homens armados com uma espingarda calibre 12 e revólveres invadiram uma casa vizinha ao estabelecimento comercial à procura do dono do imóvel. Como não localizaram ninguém, entraram no bar e começaram a revistar todos que lá estavam. Ao tomarem a carteira de Oliveira e descobrirem que se tratava de um guarda civil, os criminosos ordenaram que a vítima corresse, momento em que Oliveira foi baleado. O quarteto então fugiu num veículo que, segundo a Polícia Militar, não possui queixa de roubo nem furto. O caso foi registrado no 75º Distrito Policial, do Jardim Arpoador. Segundo a Guarda Civil de Cotia e a Polícia Civil, até a madrugada de hoje nenhum suspeito havia sido detido.

Mais conteúdo sobre:
violência guarda civil baleado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.