Hacker ataca Universidade da Califórnia

A Universidade da Califórnia em Los Angeles avisou na terça-feira cerca de 800 mil estudantes, graduados e professores que seus dados podem ter sido obtidos por um hacker que invadiu o sistema de informações da instituição. Apenas uma porcentagem mínima dos dados - algo em torno de 5% - foi roubada, informou o porta-voz da UCLA, Jim Davis. A invasão ocorreu entre outubro de 2005 a novembro de 2006, quando técnicos encontraram acessos suspeitos a base de dados, que contém informações de estudantes e formados, assim como dos docentes e do administrativo. De acordo com a Universidade, o objetivo do hacker era conseguir números da seguridade social. Muitos dos registros obtidos não permitem estabelecer relações entre os nomes e esses números. A instituição optou por avisar o ocorrido, porque em alguns casos, o pirata conseguiu essas informações.

Agencia Estado,

13 Dezembro 2006 | 01h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.