Hackers invadem página oficial da Odebrecht

Ataque a site da empresa foi reivindicado por grupo brasileiro

Tulio Kruse, O Estado de S. Paulo

10 Setembro 2015 | 06h56

Atualizada às 16h45

A página oficial da organização Odebrecht na internet foi invadida durante a madrugada desta quinta-feira, 10, por um grupo de hackers brasileiros. Os ativistas substituíram o site da empresa por uma mensagem em que dizem que "nada foi roubado ou deletado", e ainda pedem que representantes da Odebrecht "parem de roubar", em um texto abaixo de uma imagem que traz a insígnia da Polícia Federal e referências à Operação Lava Jato. Às 9h desta quinta-feira, a mensagem havia sido retirada e substituída pela logo da empresa, mas as informações do site ainda estavam fora do ar.

Odebrecht, principal empresa ligada ao esquema de corrupção da Petrobras, foi invadida por nós. Salve Polícia Federal,... Posted by ProtoWave on Wednesday, September 9, 2015

O ataque é reivindicado na mensagem pelo grupo hacker ProtoWave, que inclusive deixou disponíveis suas páginas em redes sociais. Em sua página no Facebook, o grupo assume que invadiu a página e ainda demonstra apoio à atuação da Polícia Federal. "Odebrecht, principal empresa ligada ao esquema de corrupção da Petrobras, foi invadida por nós", diz a mensagem do grupo. "Salve Polícia Federal, tamo junto seus vacilões!"

De acordo com a assinatura que o ProtoWave deixou na página da Odebrecht, ao menos 12 pessoas devem fazer parte do grupo. Não está claro se mais de uma pessoa participou efetivamente do ataque ou se o site foi invadido apenas por um hacker, que assina como "Kryptonet".

O mesmo grupo já fez ataques a páginas de outras personalidades e instituições famosas. Em junho, eles invadiram duas vezes o site do deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP), substituindo a página por imagens de Jesus Cristo com o rosto negro e cores do arco-íris ao fundo. Em sua página do Facebook eles também reivindicam invasões à página oficial da Igreja Universal do Reino de Deus, e de artistas como o cantor Latino, a apresentadora Xuxa, e a banda Sepultura.

Nota. A Odebrecht confirmou a invasão por meio de nota enviada à imprensa, e disse que outros sites da instituição funcionam normalmente. Abaixo, a íntegra da mensagem divulgada pela empresa:

A Organização Odebrecht confirma que seu site oficial foi invadido por hackers na madrugada desta quinta-feira, sendo imediatamente retirado do ar para realizar os devidos ajustes. Os demais sites institucionais  da Organização Odebrecht assim como seus sistemas corporativos estão funcionando normalmente de forma segura. A Odebrecht repudia ações violentas e criminosas como essa e tomará as medidas cabíveis.

Mais conteúdo sobre:
hacker ataque hacker odebrecht lava jato

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.