HP supera IBM no mercado brasileiro

Empresa ultrapassou a rival como maior empresa de tecnologia do País

16 Agosto 2008 | 00h00

A HP ultrapassou a IBM como maior empresa de tecnologia do País no ano passsado, segundo o Anuário de Informática Hoje, que será publicado segunda-feira em São Paulo. A passagem reflete o crescimento da venda de PCs no Brasil, principalmente devido ao aquecimento do mercado residencial. Leia mais no caderno Economia & Negocios. Apesar de ter sido anunciada pelo governo como inclusão digital, a isenção de PIS e Cofins na venda dos computadores acabou sendo, na prática, uma medida bem sucedida de política industrial. Em 2006, a venda de computadores avançou 46%, chegando a 8,3 milhões de unidades, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee) e da IT Data Consultoria. As pessoas que compraram seu primeiro computador somaram 2,2 milhões. A isenção do PIS e da Cofins resultou numa redução de 9,25% no preço. O ganho de escala, com o crescimento do mercado, permitiu uma queda ainda maior. Em 2006, a expansão só não foi maior, segundo a Abinee, porque faltaram processadores, monitores de cristal líquido e notebooks com preço abaixo de R$ 3 mil no mercado brasileiro. O presidente da Intel Brasil, Oscar Clarke, teve de convencer a matriz a reforçar a produção de chips mais baratos, como o Celeron, para abastecer o mercado brasileiro, de computadores de baixo custo.

Mais conteúdo sobre:
computador de mesa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.