Inadimplência do consumidor caminha para normalização em 2013, diz Serasa

O nível de inadimplência dos consumidores brasileiros deve apresentar comportamento mais favorável em 2013, marcando uma trajetória de normalização após quase dois anos de crescimento, estimou nesta sexta-feira a Serasa Experian.

Reuters

14 Dezembro 2012 | 09h12

O indicador de perspectiva da inadimplência do consumidor, que permite prever os movimentos cíclicos da inadimplência com seis meses de antecedência, recuou 1 por cento em outubro, a 98,9, mantendo uma sequência de reduções mensais.

"O desemprego historicamente baixo e ganhos salariais acima da inflação, as perspectivas de manutenção dos juros básicos em patamares também historicamente baixos e a melhora gradativa do crédito contribuirão para que a inadimplência do consumidor consiga uma trajetória de normalização no ano que vem", afirmaram os economistas da Serasa.

O índice de inadimplência do consumidor apurado pela Serasa caiu 0,1 por cento em novembro ante outubro, mas avançou 13 por cento sobre um ano antes.

A entidade também estimou que a inadimplência das empresas deve registrar queda gradual em 2013, após o indicador cair 1,5 por cento em outubro ante setembro, para 92,4.

Além da taxa básica de juro mantida em níveis historicamente baixos, a Serasa destacou expectativas de aceleração do crescimento econômico e a confirmação dos prognósticos de um cenário internacional menos conturbado em 2013 como fatores que podem favorecer o cenário de inadimplência das empresas.

(Por Vivian Pereira)

Mais conteúdo sobre:
FINANCAS INADIMPLENCIA PREVISOES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.