1. Usuário
Geral
Assine o Estadão
assine

Infraero minimiza atraso de obras em aeroportos

LUCIANA COLLET - Agência Estado

11 Junho 2014 | 15h 21

O presidente da Infraero, Gustavo Vale, minimizou os atrasos nas obras de aeroportos em cidades- sede da Copa e potenciais problemas operacionais durante o Mundial. "Aquilo que tínhamos previsto para a Copa está pronto. Do ponto de vista operacional, que é o mais importante, acabou o problema das obras, não tem mais o que falar de obras, tem que falar em prestação de serviços", disse Vale a jornalistas, após visitação a Congonhas.

Segundo ele, existiam obras nos aeroportos que tinham escopo para a Copa, mas cuja entrega total dos projetos era depois do Mundial. "Em aeroporto, não existe início e término de obras, está constantemente em obras", justificou. Em Fortaleza e Confins, por exemplo, os canteiros de obras permanecem mesmo a um dia da abertura do Mundial.

Vale comentou que agora o foco é fazer com que os passageiros passem o mais rápido possível pelos aeroportos e lembrou que foram realizados treinamentos para o recebimento das delegações e passageiros. Além disso, ele comentou que foi realizado um mapeamento de potenciais problemas, com a criação de planos de contingência para que as soluções ocorram rapidamente. "Não teremos nenhum tipo de problema durante a Copa do Mundo", afirmou Vale.

Na manhã desta quarta-feira, 11, no entanto, passageiros estrangeiros enfrentaram longas filas na imigração no aeroporto de Guarulhos, por conta de problemas no sistema de checagem de passaportes da Polícia Federal. Segundo a Secretaria de Aviação Civil, o problema foi resolvido ainda pela manhã. Vale comentou que a administração do aeroporto está a cargo do operador privado e que a Infraero não tem ingerência sobre essa administração.