1. Usuário
Geral
Assine o Estadão
assine


IPO da GoPro deve avaliar companhia em até US$3 bilhões

REUTERS

11 Junho 2014 | 11h 45

A GoPro, fabricante de câmeras compactas que podem ser acopladas em acessórios esportivos, espera que sua oferta pública inicial de ações (IPO) seja precificada entre 21 e 24 dólares por papel, o que avaliará a companhia em até 3 bilhões de dólares.

O IPO da companhia californiana, que vai envolver emissão de 17,8 milhões de ações, deve captar até 427,2 milhões de dólares considerando o preço máximo da estimativa.

A companhia, fundada em 2004, vende seus produtos através de varejistas especializados em esportes e lojas de artigos eletrônicos.

A GoPro, cujas câmeras são usadas pelo Discovery Channel e a ESPN, disse que JP Morgan, Citigroup e Barclays são coordenadores da oferta.

A empresa teve alta de 8 por cento na receita, para 235,7 milhões de dólares, no trimestre encerrado em 31 de março. O lucro líquido caiu de 23 milhões de dólares para 11 milhões.

A GoPro planeja usar os recursos captados para pagar dívidas e fazer investimentos. A companhia tinha cerca de 110,7 milhões de dólares em dívidas em 31 de março.

A GoPro planeja listar suas ações ordinárias na Nasdaq sob o símbolo "GPRO".