Irlandês tem crise ininterrupta de soluços há cinco anos

Aposentado aposta em nova técnica cirúrgica para tentar acabar com seu sofrimento

BBC Brasil, BBC

21 Julho 2007 | 10h06

Um aposentado irlandês que vem sofrendo com uma crise ininterrupta de soluços por cinco anos espera que uma nova técnica cirúrgica possa ajudá-lo a parar de soluçar. David Willis, um eletricista aposentado de 64 anos de Belfast, na Irlanda do Norte, espera que uma cirurgia que envolve implantar um estimulador nervoso em sua cavidade toráxica superior possa terminar com seu sofrimento. O dispositivo, usado mais comumente para tratar a epilepsia, emite um pulso elétrico ao cérebro em intervalos regulares. Esses sinais evitam as descargas elétricas no cérebro que provocam as crises. Willis diz que, sem a operação, pela qual sua seguradora se recusa a pagar, sua vida não vale a pena. "Não posso continuar assim por muito tempo. No início isso não me afetava à noite e eu conseguia dormir, mas agora me afeta o tempo todo", lamenta. Ele já passou por outras duas operações para tentar conter sua crise de soluços, sem sucesso. Ele já tentou acupuntura, hipnoterapia e vários outras recomendações populares, desde beber água do lado errado do copo até soprar um saco de papel, mas nada deu resultado. Sua mulher, Jean, diz que o casal não consegue levar uma vida normal por causa do problema. "Não podemos sair, não podemos ter vida social. Se amigos vêm nos visitar, David se sente mal e nove em cada dez vezes precisa sair da sala para ir à cama deitar", afirma.   BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.