Itália agiliza bloqueio de pornografia infantil na Web

A Itália introduziu uma nova lei exigindo que os provedores de internet bloqueiem sites de pornografia infantil até seis horas após serem notificados, informou nesta terça-feira o Ministério das Comunicações italiano. "O decreto reforça a luta contra a pornografia infantil e a exploração de menores através da Internet", disse o ministro italiano das Comunicações, Paolo Gentiloni, em comunicado. O código penal da Itália inclui severa punição relacionada à distribuição e à publicação de pornografia infantil.

Agencia Estado,

02 Janeiro 2007 | 18h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.