Japão aponta iPod nano superaquecido como causa de incêndio

Segundo Ministério do Comércio, incêndios podem ter sido causados por um defeito na bateria do player

Reuters,

19 Agosto 2008 | 14h43

O Japão afirmou nesta terça-feira, 19, que o superaquecimento de iPods nano foi a causa de três incêndios, o que, segundo o Ministério do Comércio do país, pode ter sido provocado por um defeito na bateria.   Ninguém foi ferido nos três incidentes envolvendo o player digital da Apple, mas o governo disse em comunicado que a Apple reportou outros dois casos em que pessoas sofreram leves queimaduras.   Representantes da Apple não estavam imediatamente disponíveis para comentar o assunto. O ministério afirmou que um possível defeito nas células de bateria do iPod nano pode ter causado o superaquecimento.   O ministério acrescentou que os iPods nano com incidentes conhecidos foram vendidos no Japão entre setembro de 2005 e setembro de 2006.   Um órgão semi-estatal especializado em segurança de produtos irá investigar as causas dos incidentes juntamente com a Apple, explicou um representante do ministério.   "Não estamos em posição de especular sobre os resultados das investigações. Mas, depois de muitos incidentes como esses, seria apropriado para a Apple tomar algumas medidas para alertar o público", afirmou um representante do ministério.

Mais conteúdo sobre:
iPod Apple

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.