Mais de 50% das empresas no País não têm política de e-mail

A consultoria brasileira MT Criativa elaborou um estudo com executivos de tecnologia em empresas brasileiras e descobriu que quase 60% delas não têm uma política estabelecida e respeitada sobre o uso do correio eletrônico, embora 75% delas afirmem que têm uma política clara sobre o uso do e-mail, internet e de mensagens instantâneas. A partir destes dados, a empresa concluiu que 59,62% das empresas não têm a política de e-mail como uma prática estabelecida e respeitada. A ausência de regras claras quanto ao uso do recurso traz problemas e gastos desnecessários para as companhias, tais como custos indevidos quanto ao uso de banda de internet. Em relação a produtividade, 27% dos entrevistados acreditam que a média das pessoas gasta até uma hora por dia com o uso do e-mail, o que leva a empresa a concluir que 73% das empresas entrevistadas podem melhorar a produtividade com o uso de e-mail. As empresas também estão devendo em termos de treinamento, já que 57,69% das companhias não contam com programas de educação e treinamento sobre as formas de utilização e os riscos do uso do correio eletrônico.

Agencia Estado,

14 Dezembro 2006 | 13h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.