1. Usuário
Geral
Assine o Estadão
assine

Metrô-DF terá circulação normal em dia de jogo da Copa

RAFAEL MORAES MOURA - Agência Estado

02 Julho 2014 | 14h 17

Após dois dias de panes elétricas no metrô do Distrito Federal, a situação deverá ser normalizada até esta quarta-feira, 2, segundo o diretor de operações, Fernando Sollero. Para Sollero, não haverá problemas no transporte de torcedores para a partida entre Argentina e Bélgica, marcada para o próximo sábado, às 13h, no Estádio Mané Garrincha.

Na noite de segunda, um curto-circuito danificou cabos, desenergizando trilhos de seis estações entre a Asa Sul e o centro de Brasília, mas a situação deverá ser normalizada até esta quarta-feira.

"É difícil dosar essa coisa de gravidade, em termos de fornecimento de energia talvez tenha sido o (problema) mais significativo (que tivemos). A gente não esperava uma coisa tão extensa. A única intenção nossa é resolver isso até o final do dia (de hoje)", afirmou Sollero, em conversa com o Broadcast Político.

O problema, explicou o diretor, deveu-se a um curto-circuito que derreteu cabos, o que causou pane elétrica no sistema. As seis estações que fazem a ligação do final da Asa Sul à rodoviária de Brasília foram fechadas ontem - o governo disponibilizou ônibus para fazer o deslocamento dos passageiros, mas a quantidade não foi suficiente para atender à demanda. Ainda na manhã de hoje, estações em cidades satélites como Águas Claras, Ceilândia e Samambaia ao Plano Piloto tiveram a operação afetada.

As seis estações da Asa Sul voltaram a operar nesta manhã, alimentadas pela subestação do metrô de Águas Claras. Por volta das 10h30 desta quarta-feira, a página do governo do Distrito Federal no Facebook informou que todas as estações estavam "abertas e funcionando normalmente". Em média, cerca de 140 mil passageiros utilizam esse meio de transporte diariamente no DF.

Para o jogo entre Argentina e Bélgica, no sábado, o metrô vai mais uma vez montar uma operação especial, com todos os 24 trens em funcionamento a partir das 11h, duas horas antes da partida, informou Sollero. O diretor de operações não soube estimar o custo com a resolução da pane, mas afirmou acreditar que o valor não seja "muito elevado".

Além do jogo entre Argentina e Bélgica, Brasília receberá a disputa pelo terceiro lugar do Mundial, marcada para o dia 12 de julho.