1. Usuário
Geral
Assine o Estadão
assine

Milhares de pessoas se despedem de Campos em missa em Recife

REUTERS

17 Agosto 2014 | 11h 57

Milhares de pessoas fizeram fila neste domingo para se despedir do candidato do Partido Socialista Brasileiro (PSB) à Presidência da República, Eduardo Campos, e participaram de uma missa campal em homenagem ao político, em Recife (PE).

Campos, 49 anos, morreu em um acidente de avião na manhã de quarta-feira no litoral de São Paulo junto com outras seis pessoas que estavam na aeronave.

O avião levava o socialista do Rio de Janeiro a Santos, onde ele cumpriria agenda de campanha, quando caiu sobre prédios em um bairro residencial. Campos deixa a mulher, Renata, e cinco filhos.

Em uma missa de corpo presente na praça da República, celebrada pelo arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, filhos de Campos também prestaram homenagem ao pai.

Além de familiares e da população, diversos políticos e autoridades foram se despedir de Campos, cujo corpo começou a ser velado na noite de sábado no Palácio Campo das Princesas, sede do governo pernambucano.

A presidente Dilma Rousseff participou das homenagens, assim como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o candidato à Presidência pelo PSDB, Aécio Neves. A ex-senadora Marina Silva, candidata a vice de Campos que vai assumir a chapa, também foi se despedir do político.

Muitos dos que foram ao velório e assistir à missa campal carregavam bandeiras do PSB e da campanha de Campos, além de cartazes prestando homenagem ao candidato. Segundo estimativa da Polícia Militar, 100 mil pessoas estão no local da missa.

O corpo de Campos será levado em cortejo da Praça da República, na região central de Recife, até o cemitério de Santo Amaro, onde será enterrado no túmulo de seu avô, o político Miguel Arraes, que foi um dos ícones da esquerda na resistência à ditadura militar no Brasil.

Os corpos do assessor de imprensa de Eduardo Campos, Carlos Percol, e o fotógrafo da campanha, Alexandre Severo, também estão sendo velados e serão enterrados em Recife.

(Por Paulo Whitaker)

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo