Ministro inglês quer escola para especialistas em videogame

O ministro para as Indústrias Criativas britânico, Shaun Woodward, propôs a criação de uma escola para especialistas em videogames, informou o jornal Financial Times. "Para a indústria de videogames, o melhor modo de ter o talento e as habilidades necessárias é avançar por si mesmo, se apresentar ao governo e dizer: ´queremos investir dinheiro em uma escola", declarou o ministro em entrevista. A nova "escola para gênios" do videogame poderia absorver alunos que não vão bem na educação "normal". "Pode haver garotos que têm dificuldades com as matérias do ensino tradicional, mas que logo se revelam jogadores surpreendentes. Para mim, é preciso olhar de maneira muito criativa o tipo de instrução que se quer receber", disse Woodward.

Agencia Estado,

08 Janeiro 2007 | 10h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.