Morre Dona Canô, aos 105 anos

Claudionor Veloso, nacionalmente conhecida como Dona Canô, morreu na manhã desta terça-feira. A idosa, de 105 anos, esteve internada na Unidade Cardiovascular Intensiva do Hospital São Rafael, em Salvador, até a última sexta-feira (21). Na ocasião, Dona Canô havia sofrido um ataque isquêmico cerebral, que provoca redução do fluxo de sangue nas artérias do cérebro.

AE, Agência Estado

25 Dezembro 2012 | 11h45

Dona Canô morreu em sua residência, em Santo Amaro da Purificação, no Recôncavo baiano, por volta das 10 horas (horário de Brasília). Mãe dos cantores Caetano Veloso e Maria Bethania, ela também deixa outros seis filhos - dois adotivos.

Em mensagem publicada no microblog Twitter, nesta manhã, Caetano agradeceu a solidariedade de todos. Segundo o texto postado na rede social, o velório de Dona Canô será as 18 horas no Memorial Caetano (17 horas de Brasília). Ainda no horário local, a missa ocorre na quarta-feira, às 9 horas, na Purificação, e o enterro será no Cemitério de Santo Amaro, às 10 horas.

Mais conteúdo sobre:
morte Dona Canô Caetano Veloso

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.