Ir para o conteúdo
ir para o conteúdo
 • 
Você está em Notícias >
Início do conteúdo

Não é questão de segurança, diz Aécio sobre 'rolezinhos'

16 de janeiro de 2014 | 20h 05
CARLA ARAÚJO - Agência Estado

O senador e presidente do PSDB, Aécio Neves, comentou nesta quinta-feira, 16, a questão dos encontros realizados por adolescentes da periferia de São Paulo em shopping centers, que ficou conhecido como "rolezinhos". "Eu acredito que essa ainda não é uma questão de segurança, é uma questão que tem que ser tratada como fenômeno natural, como nós teremos outros ao longo do tempo", disse Aécio, após participar de um almoço com o governador Geraldo Alckmin, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo.

Aécio classificou os "rolês" como fenômeno novo e afirmou "que o diálogo sempre é extremamente importante". Questionado sobre a posição do governo federal em relação ao tema, Aécio disse achar "saudável que pelo menos eles percebam aquilo que esta acontecendo no País". De acordo com Aécio, a reação do governo federal tem sido sempre reativa. "Nós temos no Brasil historicamente um governo federal que reage, que não planeja e não percebe aquilo que vem acontecendo no Brasil", afirmou.

Apesar de não relacionar os ''rolezinhos'' com a questão da segurança pública, o senador aproveitou para fazer críticas ao governo federal nesta área. "Esse é um governo que lava as mãos, que coloca sobre o ombro dos Estados principalmente a responsabilidade total da questão da segurança pública", disse. "É um improviso permanente, o governo lava as mãos como se vivesse em outro país", repetiu.

Segundo Aécio, não há transferência planejada do Fundo Nacional de Segurança para Estados e municípios. "Ninguém sabe com quanto vai contar ao longo do ano". De acordo com o senador, apenas 10,5% do fundo penitenciário, nos últimos três anos, foi executado. "87% de tudo que se gasta em segurança pública no Brasil vem dos Estados e municípios e apenas 13%, da União." Para o tucano, o governo petista "até hoje não atuou no sentido de apoiar os Estados com recursos, mas, sobretudo com inteligência e planejamento", afirmou.



Tópicos: Aécio, Rolezinhos

Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão




Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo