News Corp negocia criar versão chinesa do MySpace

A News Corp está procurando parceiros chineses para poder criar no país asiático, segundo maior mercado mundial de internet, uma versão em mandarim do site "MySpace.com", informou a imprensa local nesta sexta-feira, dia 26. Várias companhias chinesas, entre elas a firma de telecomunicações IDG, estariam interessadas em participar da empresa, que representaria uma presença maior do "MySpace" em um mercado de 137 milhões de internautas. A News Corp, dirigida pelo magnata Rupert Murdoch, anunciou em novembro que ofereceria junto à operadora de telefonia "China Mobile" um serviço de transmissão de música via celular. Se for confirmada a entrada na China do "MySpace" - cuja versão em inglês já é muito utilizada pelos internautas do país -, a companhia terá que se submeter às rígidas leis nacionais, onde os conteúdos são censurados e uma empresa estrangeira do setor só pode participar do mercado se tiver sócios nacionais.

Agencia Estado,

26 Janeiro 2007 | 15h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.