Nokia estuda criar celular que registre odores

A finlandesa Nokia está trabalhando no conceito de um celular que pode ser capaz de gravar cheiros, a exemplo do que os aparelhos já fazem hoje com sons e imagens. O conceito foi divulgado pelo presidente de tecnologia da empresa, Tero Ojanpera, em conferências realizadas em Hong Kong. Segundo o executivo, aparelhos do futuro trarão recursos mais imersivos e que poderão reproduzir até as experiências olfativas dos usuários. O executivo afirmou que existem linhas de pesquisa neste sentido, embora um produto com a capacidade de gravar cheiros ainda esteja bem longe das prateleiras. "Há certas maneiras de (gravar e) reproduzir odores. Acredito que isso seja possível", afirmou Ojanpera.

Agencia Estado,

06 Dezembro 2006 | 09h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.