Novo relatório contradiz queda nas vendas da iTunes

As vendas de música digital na loja online da Apple, iTunes, durante os primeiros nove meses de 2006 dispararam, afirma uma pesquisa da Piper Jaffray divulgada nesta quarta-feira. O relatório vai na direção oposta de um levantamento em que a Forrester Research apurou uma queda de 65% na receita mensal do serviço no primeiro semestre. As ações da Apple chegaram a cair 35% depois da publicação do relatório da Forrester, que foi baseado em entrevistas com consumidores norte-americanos. Mas durante a tarde, os papéis da empresa exibiam alta de quase 2%. Segundo o analista Gene Munster, da Piper Jaffray, o número de músicas vendidas por semana na iTunes subiu 78% nos primeiros nove meses do ano, ante o mesmo período do ano passado. "Diferente de recentes relatórios que sugerem queda nas vendas da iTunes, nossa análise dos dados da Apple mostra forte crescimento (ano a ano)", escreveu Munster. A Piper Jaffray informa que as canções vendidas na iTunes somam 695 milhões de janeiro a setembro, o que representa 18,5 milhões por semana. Em evento separado, o Morgan Stanley elevou nesta quarta-feira o preço alvo da ação da Apple de US$ 90 para US$ 110. A Forrester informou em seu levantamento que avaliou dados de 2.791 transações de cartão de crédito e débito na versão norte-americana da iTunes e que os dados mostram que somente 3% dos lares dos EUA conectados à Web fizeram uma compra no site no primeiro semestre de 2006. "É muito cedo para dizer se o declínio é sazonal ou se os compradores estão atingindo um nível de saturação para música digital", informou a Forrester. Desde o lançamento do player de música digital iPod, consumidores compram cerca de 20 músicas por aparelho na iTunes. A Apple afirma que vendeu mais de 1,5 bilhão de canções e dezenas de milhões de programas de TV e filmes. Um porta-voz da Apple na Europa disse em comunicado que "a conclusão de que as vendas da iTunes estão diminuindo é simplesmente incorreta." A companhia não forneceu detalhes da tendência recente de vendas.

Agencia Estado,

13 Dezembro 2006 | 16h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.