1. Usuário
Geral
Assine o Estadão
assine


O futebol está acima da política, afirma Dilma

REUTERS

15 Junho 2014 | 13h 13

A presidente Dilma Rousseff afirmou, em artigo divulgado neste domingo, que o futebol está acima da política, de governos ou de grupos políticos, dias após receber xingamentos na abertura da Copa do Mundo e estreia da seleção brasileira no torneio na última quinta-feira, em São Paulo.

A presidente já havia aproveitado uma cerimônia de inauguração, no dia seguinte ao jogo, para dizer durante discurso que agressões verbais não iriam "abatê-la".

"A Seleção Brasileira representa a nossa nacionalidade. Está acima de governos, de partidos e de interesses de qualquer grupo", afirmou Dilma neste domingo.

A presidente mencionou a experiência pessoal e lembrou que, quando esteve presa por envolvimento na resistência à ditadura, na década de 1970, teve contato com correntes que criticavam o apoio ao Mundial ou à seleção brasileira.

"Naquela época, havia segmentos que diziam: 'Se você torcer pelo Brasil, você estará fortalecendo a ditadura.' Isso era uma sandice. Para mim, esse dilema nunca existiu", afirmou.

"Eu e as minhas companheiras de cela nunca tivemos dúvidas e todas torcemos pelo Brasil, porque o futebol está acima da política."

Na abertura da Copa e estreia da seleção brasileira, a presidente, que enfrenta baixa popularidade e tem caído nas pesquisas de intenção de voto para a eleição de outubro, evitou vaias ao não discursar, mas ouviu xingamentos de torcedores presentes na Arena Corinthians para o jogo Brasil X Croácia.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)