1. Usuário
Geral
Assine o Estadão
assine


'O mundo sabe que vocês são os melhores', diz Dilma em carta à seleção

REUTERS

11 Junho 2014 | 20h 16

A presidente Dilma Rousseff não se encontrará com a seleção brasileira antes do início da Copa do Mundo, mas enviou nesta quarta-feira uma carta incentivando os jogadores e a comissão técnica, dizendo que eles fazem parte de uma linhagem que transformou o jogo "cintura dura", inventado pelos ingleses, numa "nova forma de arte."

A seleção brasileira abre o Mundial na quinta-feira, em São Paulo, contra o time da Croácia.

"Faço questão de mandar meus votos de fé e confiança nesta hora em que vocês representam a grande tradição e a fabulosa história do nosso futebol", diz um trecho da carta.

Dilma afirmou ainda que a vitória "brilhante" na Copa das Confederações no ano passado "devolveu ao torcedor brasileiro a certeza de que esta seleção e seus técnicos estão aptos a repetir os nossos grandes feitos do passado".

Dilma pede que os jogadores confiem em seus talentos e se inspirem nas habilidades de jogadores do passado como Pelé e Garrincha.

"O mundo sabe que vocês são os melhores. Têm alegria nas pernas, ginga no corpo, aplicação tática e improviso desconcertante", disse Dilma.

"Pertencem a uma linhagem de atletas e treinadores que transformaram o jogo de cintura dura, inventado pelos ingleses, em uma nova forma de arte", afirma em outro trecho.

A presidente finaliza a correspondência se mostrando confiante no título, bastando para isso os atletas jogarem o que sabem.

"Meus votos são de que cada um jogue o que sabe. É o suficiente para a vitória. Estarei junto com todo o Brasil torcendo por todos e cada um de vocês", concluiu.

(Reportagem de Jeferson Ribeiro)