1. Usuário
Link
Assine o Estadão
assine


"O professor do século 21 é um mediador"

Marcus Vinícius Brasil

14 Julho 2008 | 00h 00

João Telles é membro do Programa de Pós-Graduação em Estudos Lingüísticos da Unesp (Universidade Estadual Paulista) e foi o principal idealizador do projeto Teletandem Brasil. Ele já tinha contato com o sistema há mais de 20 anos, quando nem sabia que o que estava fazendo já era teorizado desde a década de 1980. Ele adaptou a idéia para o aprendizado de línguas e começou em 2006 o projeto Teletandem Brasil, na Unesp de Assis. Como começou seu envolvimento com o Tandem? Eu já fazia Tandem desde 1986, quando tive uma experiência no Japão. Tinha parceiros com quem trocava inglês por uma hora de japonês. Em seguida, no Canadá, pratiquei um ano de francês com uma garota e depois um ano com o namorado dela. Foram dois anos em que aprendi a falar francês pelo Tandem presencial. Qual é a importância de redes sociais voltadas para o aprendizado de idiomas? Essas redes são importantes porque reconhecem a individualidade do aluno, para que isso possa ser usado em prol do aprendizado. Isso é certamente o ensino de línguas estrangeiras do século 21. Não dá mais para passar coisas na lousa, seguir unidades rígidas. Há outros tipos de métodos não calcados no estruturalismo que também levam o aluno ao aprendizado. Qual o papel do professor nessa nova realidade? O professor do século 21 tem o papel de mediador do aprendizado. É formado para lidar com as novas tecnologias, conhece as técnicas e os métodos, mas também a prática. Deve ser muito mais orientado para os processos de aprendizagem, para abrir o leque de possibilidades e permitir que os alunos possam desenvolver sua autonomia. Há correntes contra esse pensamento? Nosso projeto é muito bem aceito. Se há, é pela ignorância. Tem gente que vem e fala que o melhor professor é aquele que se reúne face a face e que ainda dá aula frontal. O mundo está mudando, as comunicações estão causando metamorfoses e a tecnologia está provocando mudanças no currículo de língua