Ir para o conteúdo
ir para o conteúdo
 • 
Você está em Notícias >
Início do conteúdo

Obras na Arena Corinthians podem atrasar até fevereiro, diz fonte

28 de novembro de 2013 | 17h 17
BRIAN WINTER - Reuters

O acidente no estádio de São Paulo para a Copa do Mundo de 2014 pode atrasar a conclusão das obras até fevereiro, mas a Fifa não está preocupada com o adiamento, já que a arena deve ficar pronta a tempo de sediar o jogo de abertura do torneio, em junho, disse à Reuters nesta quinta-feira uma fonte com conhecimento direto da situação.

Uma investigação preliminar sobre o acidente de quarta-feira, no qual um guindaste caiu e matou dois operários, indicou que os danos estão restritos à área atingida e não afetou as arquibancadas -- o que poderia levar mais tempo para se consertar.

Na manhã desta quinta-feira, a Defesa Civil de São Paulo realizou uma inspeção na Arena Corinthians, na zona leste da capital, e confirmou que 30 por cento da área leste do estádio foi interditada, o que corresponde a menos de 5 por cento do total.

Para conseguir mexer no local, a construtora responsável pelas obras, a Odebrecht, precisa entrar com pedido na prefeitura. As obras no restante do estádio podem continuar, segundo a Defesa Civil, mas estão paralisadas até segunda-feira, em luto pela morte dos dois trabalhadores.

A área danificada levou cerca de 35 dias para ser construída, e experiências anteriores sugerem que levará cerca de duas vezes esse tempo para limpar os destroços e reconstruir, disse a fonte ouvida pela Reuters.

Se o trabalho recomeçar na segunda-feira, como os construtores acreditam, a data de entrega --acertada com a Fifa para dezembro-- pula para o início de fevereiro. Segundo o site do estádio, as obras estavam 94 por cento concluídas nesta semana.

A fonte, que falou sob condição de anonimato porque a investigação sobre o acidente está em curso e é delicada, expressou "grande confiança" no cronograma, mas disse que está sujeito a alteração, de acordo com a investigação realizada pelas autoridades locais.

"A reconstrução não é uma coisa difícil de fazer", disse a fonte. "Todo mundo está de luto pelos trabalhadores, mas calmo sobre a construção em si."

Se a previsão se confirmar, seria um alívio para os conturbados preparativos do Brasil para construir estádios e outras obras importantes de infraestruturas a tempo para o início do Mundial, em 12 de junho.

A Fifa afirma que todos os estádios que serão utilizados no evento precisam ser concluídos até o final de dezembro, depois de atrasos registrados na Copa das Confederações, em junho, quando apenas duas das seis arenas ficaram prontas no prazo determinado.

No entanto, a fonte disse que a Fifa está disposta a prorrogar o prazo da Arena Corinthians, conhecida também como Itaquerão, por alguns meses, caso necessário, porque a construção começou um ano depois dos outros estádios.

"O cronograma necessário para entregar o estádio está garantido", disse a fonte.

Um porta-voz da Odebrecht não quis comentar o assunto. Andrés Sanchez, ex-presidente do Corinthians e responsável pelas obras, não atendeu a telefonemas ou mensagens de texto para comentar.

Uma porta-voz da Fifa disse à Reuters por email que é "prematuro" prever em quanto tempo a obra pode atrasar devido ao acidente.

(Reportagem adicional de Tatiana Ramil, em São Paulo, e Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro)



Tópicos: FUT, COPA, ESTADIOSP, FEVEREIRO*

Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão




Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo