1. Usuário
Geral
Assine o Estadão
assine

OMS envia equipamento médico ao Congo por surto de Ebola

REUTERS

25 Agosto 2014 | 15h 16

A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse nesta segunda-feira que enviou equipamento de prevenção a funcionários da área médica da República Democrática do Congo, onde autoridades confirmaram dois casos de Ebola em uma área remota.

"O Ministério da Saúde declarou um surto e nós estamos tratando dessa forma", disse o porta-voz da OMS Tarik Jasarevic em Genebra, em resposta a um questionamento.

A atual epidemia de Ebola, que já matou ao menos 1.427 pessoas, está concentrada na Libéria, Guiné e Serra Leoa, com alguns casos registrados também na Nigéria.

A República Democrática do Congo declarou no domingo um surto de Ebola na província de Equateur, no norte, depois que dois de oito pacientes testados tiveram resultados positivos para o vírus, disse o ministro da Saúde, Felix Kabange Numbi.

Autoridades congolesas que foram à área remota encontraram 24 casos de febre hemorrágica de "origem desconhecida", incluindo 13 pessoas que morreram, disse Jasarevic.

Destes, dois tiverem resultados positivos para Ebola, e outras amostras retiradas de pacientes com suspeita estão sendo analisadas, disse ele.

Gastroenterite hemorrágica, malária e shigelose também foram identificadas na área, acrescentou. Ao menos 70 pessoas morreram no norte da República Democrática do Congo devido a um surto de gastroenterite hemorrágica, disse a OMS na semana passada, negando que a doença fosse Ebola.

O vírus do Ebola, que foi descoberto no antigo Zaire em 1976, é endêmico na área. Este é o sétimo surto da doença do qual se tem conhecimento no país, de acordo com a OMS.

(Reportagem de Stephanie Nebehay)