Os eleitos pela revista 'Prazeres da Mesa'

A revista Prazeres da Mesa, comemorando cinco anos, anunciou seus premiados como melhores do ano em diversas categorias. Paulo Barros e o restaurante onde oficia, o Due Cocchi, que entrou no gosto dos paulistanos, com filas na porta e longa espera por uma mesa, confirmaram a predileção do público e ganharam nas duas categorias, restaurante e chef. Rodrigo Oliveira, do Mocotó, que vem conseguindo enxertar sutilezas contemporâneas muito acertadas nas receitas tradicionais do sertão de Pernambuco, foi eleito chef revelação, confirmando seu momento feliz. Neka Mena Barreto, dadaísta dos bufês, ficou com o título de banqueteira do ano, e Dionísio Chaves, do Fasano al Mare, a versão carioca do Fasano, com o prêmio de sommelier. A versão paulista do restaurante ganhou o prêmio de melhor brigada. Foi para os cariocas outro prêmio, o de personalidade do ano, dividido entre Claude Troisgros e a mineira do fogão de lenha, Maria Stella Libânio Christo. A revista premiou também a melhor carta de vinhos do país, mas o resultado só será publicado na edição de julho. A eleição é feita por um júri de 81 especialistas selecionados pela revista, somando-se o voto dos leitores.

O Estado de S.Paulo

12 Junho 2008 | 03h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.