Palestrando e... comendo

Palestrando e... comendo

Parte das aulas teóricas não fica só na teoria: o assunto será provado ali mesmo, na sala

10 Maio 2012 | 15h11

Esqueça a imagem de uma sala cheia, palestrante ao microfone, telões e outras parafernálias. Na nossa programação, o nome palestras apenas indica que nessas atividades você vai encontrar profissionais que não são chefs, mas têm algo a dizer sobre comida. 

Veja a programação completa no site do 6º Paladar Cozinha do Brasil

Quem abrirá a série é o escritor e jornalista do Estado Humberto Werneck, com uma imersão na obra de Pedro Nava. Depois, entram na pauta o papel da crítica gastronômica, tema da palestra do crítico de restaurantes do Paladar, Luiz Américo Camargo; e a comida nas redes sociais, apresentação de Diogo Carvalho, responsável pela linha editorial da plataforma Destemperados – Food Experiences. O antropólogo Roberto DaMatta coloca o Brasil na mesa para falar do papel da comida no País. 

O formato de palestras não costuma abrir espaço para degustações, mas neste ano há quatro exceções. Eduardo Maya servirá tira-gostos de botecos Brasil afora. Diego Badaró falará sobre o mercado de chocolate no País enquanto todos provam produtos da marca que dirige, a Amma. João da Luz fará um panorama sobre os queijos brasileiros, com foco nos gaúchos serrano e colonial, que poderão ser provados; e Jerônimo Villas Boas passeia pelos méis de abelhas nativas brasileiras enquanto os visitantes adoçam a boca.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.