Para EUA, download de filmes é igual a infração de trânsito

A maioria dos norte-americanos considera o download e distribuição ilegais de filmes de Hollywood como crimes comparáveis a pequenas ofensas no trânsito, informou a Hollywood Reporter nesta quinta-feira, citando pesquisa divulgada na quarta-feira. Apenas 40% dos entrevistados pelo instituto de pesquisa Toronto Solutions Research Group concordam que baixar da internet filmes com direitos autorais era um "crime muito grave". O montante contradiz com os 78% que disseram que roubar um DVD de uma loja era um crime muito grave. "Este é um efeito Robin Hood. A maioria das pessoas entende que as celebridades e os estúdios já são ricos e como resultado pensam que download de filmes não é uma grande coisa", disse Kaan Yigit, diretor de estudos do Solutions Research Group. A pesquisa revelou que 59% dos norte-americanos entrevistados consideravam estacionar em um local proibido um crime mais sério do que o download de filmes. Yigit disse que os atuais serviços de download oficiais e os novos que entrarem no mercado terão que ser mais flexíveis para convencerem os consumidores a pagarem pelas cópias. "De outra forma o compartilhamento de arquivo continuará prosperando", disse ele. A pesquisa Digital Life America entrevistou cerca de 2.600 norte-americanos entre junho e setembro do ano passado.

Agencia Estado,

26 Janeiro 2007 | 13h48

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.