1. Usuário
Geral
Assine o Estadão
assine

Para Grella, PMS que atiraram 'eram preparados'

RICARDO BRANDT - Agência Estado

30 Janeiro 2014 | 20h 33

O secretário estadual de Segurança Pública, Fernando Grella Vieira, afirmou nesta quinta-feira, 30, que os policiais militares que dispararam contra o estoquista Fabrício Chaves, de 22 anos, durante o protesto "Não vai ter Copa", no sábado, em São Paulo, estavam em função operacional naquele dia.

Sem responder se os dois policiais cumpriam função administrativa e estavam escalados para atuar na rua naquele dia em escala extra, o secretário defendeu que eles são preparados. "O policial é policial independente da função que ele esteja ocupando em um determinado momento. O policial que está na rua pode ser convocado para uma função administrativa e um policial na função administrativa ele pode ser convocado para uma escala extra para um policiamento ostensivo. Porque a formação é uma só, ele está preparado para ambas."

Grella afirmou ainda que vai ser apurada a informação do estoquista de que ele foi baleado antes de mostrar o estilete para os policiais.

"Vai ser levada em consideração no inquérito. Essa e outras provas."