Ir para o conteúdo
ir para o conteúdo
 • 
Você está em Notícias >
Início do conteúdo

Pezão divulga vídeo editado sem os elogios à Supervia

24 de janeiro de 2014 | 17h 36
THAISE CONSTANCIO - Agência Estado

Apesar de ter afirmado na quinta-feira, 23, que estava satisfeito com o trabalho da concessionária Supervia, um dia após o acidente ferroviário que provocou o caos na cidade, o vice-governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, usou o Twitter nesta sexta, 24, para divulgar um vídeo com trecho editado da entrevista, em que não aparece a declaração feita por ele.

Na entrevista, realizada no Palácio Guanabara, o repórter do jornal O Estado de S. Paulo havia perguntado ao vice-governador se ele estava satisfeito com a concessionária. "Estou. É claro que a gente tem de cobrar cada vez mais, mas a Supervia tem um grande grupo por trás, o maior do Brasil, e isso dá tranquilidade para a gente", respondeu Pezão na ocasião, referindo-se à empreiteira Odebrecht. Todas as outras declarações do vice-governador na mesma entrevista foram publicadas na matéria, reproduzida pelo portal Estadão.com.

Com a repercussão da notícia, Pezão mudou o tom. Ele publicou dez mensagens no Twitter para tentar se justificar. Escreveu que a situação de passageiros andando na linha do trem "não deve se repetir", que os milhares de usuários "devem ser tratados com todo o respeito" e que a Supervia "errou e tem de ser punida por isso". Nenhum destes termos havia sido usado na véspera pelo vice-governador. Na última das dez mensagens sobre o tema, ele publicou o vídeo editado, sem o trecho da pergunta feita pela reportagem e da resposta em que ele defende a Supervia. O link publicado por Pezão era antecedido pelo comentário: "O vídeo da entrevista aos jornalistas está aí abaixo". Estavam presentes na entrevista o repórter de O Estado de S. Paulo e uma repórter do jornal O Globo.

Na mesma entrevista, o vice-governador afirmou que o sistema ferroviário "está ganhando credibilidade" e atribuiu os recorrentes problemas a "quarenta anos de abandono". Pezão está há sete anos no cargo.




Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão




Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo